[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

O primeiro exportador mundial de petróleo, o reino saudita, reduzirá as exportações em 800 mil barris por dia para 7,2 milhões em janeiro.

[/fusion_text][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

A Arábia Saudita vai reduzir este mês as suas exportações de petróleo em 10% face a novembro para estabilizar os preços. O país reduzirá as exportações em 800 mil barris por dia para em janeiro.

O primeiro exportador mundial de petróleo, o reino saudita, reduzirá as exportações em 800 mil barris por dia para 7,2 milhões em janeiro, face aos 8 milhões de barris por dia registados em novembro, precisou Khalid al-Falih, ministro da Energia do país. Uma redução suplementar de 100 mil barris por dia está prevista para fevereiro.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) decidiu em dezembro reduzir coletivamente a produção em 1,2 milhões de barris por dia a partir de 1 de janeiro para pôr fim ao excesso de oferta e impulsionar os preços.

Falih afirmou que a produção saudita desceu para 10,2 milhões de barris por dia, contra os 11 milhões de barris extraídos diariamente até maio passado, quando os produtores de petróleo decidiram terminar o acordo para a limitação da oferta. “Queremos seriamente encontrar um equilíbrio dos mercados”, disse, numa conferência de imprensa em Riade, manifestando preocupação com a volatilidade dos preços do petróleo.

[/fusion_text][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Fonte: O Jornal Económico

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

error: Conteúdo protegido!
0
Contamos com a sua opinião! :)x
()
x
Share This